Granada Mora y Sultana

January 30, 2018

Como eu havia comentado há alguns dias, aqui no blog eu vou aproveitar também para contar um pouco mais sobre o processo de escolha das fotos do nosso calendário Detalles de Andalucía 2018, projeto encabeçado por mim e por meu tio, Nick Elmoor, um fotógrafo que dispensa apresentações, mas quem quiser conhecer um pouco mais sobre seu trabalho pode acessar seu site aqui.

 

Foto abaixo feita por Nick Elmoor e traz um pequeno e maravilhoso detalhe de uma das centenas de paredes da Alhambra esculpidas com este padrão de adorno. 

 

A ideia deste calendário foi selecionar alguns dos monumentos e paisagens da Andaluzia que mais me fascinaram ao longo desses 20 anos de viagens a esta região. Obviamente, minhas fotos, por mais que eu tivesse uma vontade enorme de fazer o meu melhor, jamais captaram tamanha beleza à altura. Desta vez, numa viagem que tivemos a oportunidade de realizar juntos em 2017, meu tio fez os registros mais lindos que podemos imaginar e um calendário não é suficiente para transpor todos aqueles cliques e momentos mágicos vividos durante aqueles dias entre Jerez, Sevilla, Córdoba, Granada e Ronda. 

 

O processo de seleção das fotos para o calendário envolveu muita pesquisa e dedicação. Para a composição das imagens, buscamos na literatura frases de viajantes românticos e contemporâneos que em algum momento de suas vidas passaram por aqueles locais e registraram seu deslumbramento. 

 

Janeiro abre o ano com uma foto apoteótica da Alhambra ao entardecer. A imagem veio acompanhada de uma frase de Washington Irving, que ali viveu por um curto período em 1929.

 

 

Também decidimos por Granada para abrir o calendário, pois aquele foi o último baluarte mouro da Espanha. Sabe-se que em 2 de janeiro de 1492, Boabdil assinou sua rendição junto aos reis católicos Fernando e Isabel. Para muitos, uma data emblemática da chamada "reconquista". Mas, para outros tantos, o símbolo do fim de uma civilização que ali floresceu, e, em seus tempos áureos, muito ofereceu em termos de cultura, ciência e tecnologia ao resto da Europa e do mundo.

 

O vídeo abaixo é uma adaptação de uma das histórias que Irving registrou em seus Cuentos de la Alhambra. Recomendo fortemente que leiam o livro inteiro. Ele está disponível em vários idiomas, entre eles, o português.  

 

 

Bom, para não me alongar muito, encerro este post com um poema maravilhoso, escrito por Jorge Luis Borges. Espero que gostem...

 

Alhambra

(Jorge Luis Borges)

 

Grata la voz del agua
a quien abrumaron negras arenas,
grato a la mano cóncava
el mármol circular de la columna,
gratos los finos laberintos del agua
entre los limoneros,
grata la música del zéjel,
grato el amor y grata la plegaria
dirigida a un Dios que está solo,
grato el jazmín.
Vano el alfanje
ante las largas lanzas de los muchos,
vano ser el mejor.
Grato sentir o presentir, rey doliente,
que tus dulzuras son adioses,
que te será negada la llave,
que la cruz del infiel borrará la luna,
que la tarde que miras es la última.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

March 12, 2018

January 30, 2018

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square